Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Wania Tedeschi foi promovida à professora titular – trajetória e reconhecimento
Início do conteúdo da página

Wania Tedeschi foi promovida à professora titular – trajetória e reconhecimento

Publicado: Sexta, 21 de Dezembro de 2018, 13h22

Professora no Câmpus Campinas do Instituto Federal de São Paulo (IFSP), Wania Tedeschi participou e foi aprovada no processo de promoção à Classe de Titular da Carreira de Magistério do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico. A defesa do Memorial Descritivo foi realizada no dia 11/12, na Reitoria do IFSP.

O processo de avaliação foi organizado pela Comissão Permanente de Pessoal Docente (CPPD), tendo como banca a professora Jacqueline de Blasi; o pesquisador e então diretor do Centro de Tecnologia da Informação – CTI Renato Archer, Victor Mammana; professoras Teresa Cristina de Barros, do campus Bauru da Universidade Paulista (Unip) e Auriluci de Carvalho Figueiredo, professora titular aposentada do IFSP, atualmente na Universidade Metropolitana de Santos.

Licenciada em Matemática pela Universidade Federal de São Carlos - UFSCar (1986) e doutora em Educação pela Universidade de São Paulo (2010), na área temática de Ensino de Ciências e Matemática, atua como docente desde 1985 e atua no Câmpus Campinas desde abril de 2017, sendo a coordenadora do curso de Pós-Graduação em Educação para Inserção Social e é uma das coordenadoras do Projeto de Extensão Alvorada - Inclusão Social e Produtiva de Egressos do Sistema Prisional.

Para a progressão, Wania Tedeschi apresentou o relato de sua experiência acadêmico-profissional, ressaltando a atuação no ensino, pesquisa, extensão e na gestão acadêmica e administrativa, em conjunto à formação acadêmica que possibilitou essa trajetória. Estão presentes no memorial e foi um diferencial de sua defesa a formação inicial, as primeiras escolhas profissionais, a decisão pela docência, a formação acadêmica superior na licenciatura em Matemática e as primeiras experiências como professora.

A experiência na pesquisa foi relatada desde as primeiras investigações, à época da Especialização, com relatos de experiências vividas na docência. Também faz parte deste resgate, a passagem por diversos cargos na administração escolar, de coordenações de cursos à direção do câmpus São Carlos do IFSP. O texto do memorial está permeado pelos seus posicionamentos e decisões políticas e sociais, os quais encaminharam os rumos da sua trajetória acadêmico-profissional.

“O memorial é a compreensão que tenho de experiências vividas. Não as chamaria de estritamente acadêmicas, posto não ser possível, tampouco desejável, que parte tão expressiva da vida esteja apartada de aspectos pessoais. Ao seguir o caminho da docência, vida e profissão se imbricaram e, nessa inter-relação, constituem-me”, enfatizou a professora.

registrado em:
Fim do conteúdo da página